JOGO 40 – Entre facas x O batedor de faltas

JOGO 40
(3º jogo do Grupo 12)

Entre facas,
de Liziane Guazina (Nova Prova / 2009)
x
O batedor de faltas,
de Claudio Lovato Filho (Record / 2008)

———————–
——————–

JUIZ
Fabrício Carpinejar – Poeta e jornalista e mestre em Literatura Brasileira pela UFRGS. É autor de Mulher perdigueira (2010), http://www.twitter.com/carpinejar (2009), Canalha (2008), entre outros.

O JOGO

Resenha feita em 140 caracteres: decreto vitória de Entre facas sobre O batedor de faltas com placar de 2 x 1. Parabéns por esta iniciativa.

PLACAR
Entre facas 2 x 1 O batedor de faltas

VENCEDOR
Entre facas, de Liziane Guazina

JOGO 40 – Entre facas x O batedor de faltas

Anúncios
Esse post foi publicado em Jogo e marcado , . Guardar link permanente.

8 respostas para JOGO 40 – Entre facas x O batedor de faltas

  1. Paulo Olmedo disse:

    Toda a sabedoria do grande intelectual gaúcho resumida em 140 caracteres. Ó mestre, perdoai os mero mortais, que tiveram que justificar suas escolhas, por dividir o mesmo espaço cibernético com vossa magnitude. Tu que és tão excelso que não pode se dar ao luxo de despender sequer um segundo com frivolidades sob o risco de deixar de criar uma nova obra-prima…

    O Gauchão de Literatura está muito bom. E citando Chico, “apesar de você”.

  2. Djegovsky disse:

    Comentário feito em 140 caracteres:
    Esta foi, sem sombra de dúvida, a pior resenha até o momento.Mas como foi assinada pelo Carpinejar não vai faltar gente pra dizer: “genial!”

  3. Lu Thomé disse:

    Gente, a agenda do Carpinejar, conturbada em tempos de feiras e festas do livro, não permitiu que ele desenvolvesse uma grande resenha. Mas o coração dele não permitiu que ele negasse o nosso convite. Como não tínhamos outra saída e (sim, por favor) o Gauchão precisa continuar, decidimos divulgar o placar.

    Então, vamos em frente!

  4. Rafael Bán Jacobsen disse:

    Eu achei muito bom o voto twitteriano do Carpinejar: somando os seus 140 caracteres com as minhas 14 páginas de resenha e dividindo por dois, a média fica legal… Ou seja: a arbitragem do Carpinejar me fez sentir menos culpado – a energia que o povo gastou para ler a minha faraônica resenha foi poupada agora! Uhuuuuu!

  5. Cínthya disse:

    Lu,
    cara, és uma querida. Pena que não deu pra nós no Fato, mas isso aqui rola de fato.
    Quanto à resenha, =/. Humpf.
    Beijo!

  6. Lu Thomé disse:

    hehehehehehe. Humpf²!

    O Fato Literário não rolou. Mas tanta coisa boa rolou a partir dele e com a realização do Gauchão! Estou realizada! E feliz! Dividir tudo isso com pessoas queridas como vocês é muito bom!

    🙂

    Beijo!

  7. Marianna Teixeira Soares disse:

    E eu que fiquei preocupada com a minha resenha “sucinta”…

  8. Lu Thomé disse:

    Faz parte, Marianna! Tudo faz parte! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s