Terceiro Tempo – Ou A hora de ouvir você!

Como todos sabem (e não paramos de anunciar), a primeira edição do Gauchão de Literatura chegou ao fim. Foram seis meses de muito trabalho e muitas discussões literárias. Claro que queremos mais. E para iniciar a preparação do Gauchão de Literatura 2011, chegou a hora de ouvir você, caro leitor, autor, editor, espectador e torcedor.

O espaço nos comentários, que sempre esteve disponível, está mais aberto ainda. Por favor, clique no link abaixo e solte o verbo para nos dizer o que achou do campeonato. Pode ser o que foi mais legal (ou o que não foi tanto), quais as resenhas de que gostou mais (ou menos), qual livro foi a grande surpresa (ou se as surpresas de fato existiram), a revelação, a injustiça… Aproveite também para nos contar se descobriu algum livro ou autor que não conhecia (e se leu, se gostou). Os juízes também podem participar.

Essa é a hora! Queremos aprimorar o projeto e fazer um campeonato melhor para receber nossos próximos times (os romances gaúchos). E contamos com a sua ajuda para nos indicar alguns caminhos! Obrigado!

Anúncios
Esse post foi publicado em Repercussão. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Terceiro Tempo – Ou A hora de ouvir você!

  1. Confesso que não li todos os jogos. Mas em breve o farei

    Como não moro no RS, não conheço tantos atores gaúchos, portanto teria apostado minhas fichas nos poucos nomes que conheço: Rodrigo Rosp, o qual vi em entrevistas falando em nome da Não Editora, e Carol Bensimon, bastante elogiada por alguns amigos pelo Sinuca embaixo d’água. Teria ganho uns bons bolões por aqui. =)

    Gostei muito da iniciativa, que realmente mereceu o prêmio recebido de Incentino à leitura (Açorianos, se não me engano). Além de dar visibilidade a livros que, de outra forma, não teriam tamanho alcance nacional, misturados a outros de editoras mais conhecidas e, pode-se dizer, onipresentes (como o de Lya Luft, autora pela qual creio que demorarei a me interessar). Acredito que, depois das partidas, pessoas dos 4 cantos do país se interessaram por procurar livros, como os fanáticos por futebol buscariam ver mais jogos de um time semi-desconhecido que bateu um bolão com o Grêmio, por exemplo.

    O resultado final (que, pra mim, não foi uma real surpresa) só me fez ter ainda mais vontade de ir atrás dos livros dessa autora.

    Quanto a caminhos a indicar, creio que muita coisa sobre a qual foi falada no blog r.izze.nhas (na seção “autores gaúchos”) seja relevante.

    E caso o número de times cresça, ou algum juiz tenha torcido a perna, me ofereço pra ajudar nas partidas. =)

  2. noia kern disse:

    “Antes tarde do que nunca” abre meu comentário pra pedir desculpas pelo atraso em tecer um comentário breve.
    1. Parabéns á vencedora, foi merecido!!!!!!!!!!!!!
    2. Parabéns à equipe que organizou. Acredito que deve ter sido frustante muitas vezes realizar um evento, mas acho, também , que houve mais alegrias do que frustrações.
    3. Agradeço honra de ter participado , pedindo desculpas por não ter sido mais prolixa em meu julgamento.
    4. parabéns aos juízes. Puxa vida, aprendi um bocado!!!!!!!!!!!!!!
    abraços à equipe
    noiak

  3. mkalves disse:

    Por conta do gauchão, minha lista de débitos em leitura cresceu…
    E como será o calendário desse ano? Quantos romances participarão?? Pensam em incrementar de algum modo o campeonato com palpite dos leitores?

  4. Marcelo e Lulinha disse:

    Quando começa a edição 2011? Eh o ano dos romances pow!

  5. Sergio Napp disse:

    Entre todos os acertos, e foram muitos, o que mais me incomodou neste Campeonato foi o fato de que alguns juízes babaram pelos “uniformes” dos competidores, sendo que alguns tiveram o desplante de consignar gols favoráveis a quem tivesse o melhor. Ora, jamais, em tempo algum, uniforme ganha jogo. Quem ganha é o melhor time (conteúdo) ou o que apresenta uma jogada fora de série ou uma tática capaz de dar um nó no adversário, mesmo que ele, o adversário, seja melhor.
    Faço votos que, no campeonato que em breve se inicia, os juízes julguem o que deve realmente ser julgado: a qualidade do time e não as firulas de alguns jogadores.

    • Lu Thomé disse:

      Oi Napp!
      Embore eu não concorde com os argumentos (e acho que muitas avaliações sobre os projetos gráficos e as capas ocorreram com o incentivo dos organizadores na edição passada), acho importante saber a tua opinião. Vamos considerar isso para a edição 2011!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s