Semifinalista 4: Sinuca embaixo d’água

Carol Bensimon tem sido reconhecida como um dos jovens talentos da literatura brasileira. Levantou a taça da primeira edição do Gauchão com seu Pó de parede. Com o Sinuca, tem repetido o desempenho e chega à semifinal após triunfar em um grupo dificílimo. Agora, entrará em campo para um grande desafio: desbancar João Gilberto Noll.

Confira a campanha e tudo que foi dito sobre o Sinuca embaixo d’água até agora:

12/9 – JOGO 21 – Sinuca embaixo d’água 3 x 1 Mohamed, o latoeiro
Juiz: Elisa Viali

É daqueles livros para sair rabiscando de cabo a rabo; não por encontrar errinhos de gramática, mas por querer sublinhar trechos na esperança de assim conseguir guardá-los durante mais tempo na memória”.

31/10 – JOGO 35 – Sinuca embaixo d’água 2 x 1 Os Getka
Juiz: Cinthya Verri

Carol derrama firmeza nas frases curtas e bem pontuadas”.

28/11 – JOGO 46 – Unhas 1 x 3 Sinuca embaixo d’água
Juiz: Fabio S. Cardoso

Sinuca embaixo d’água se estabelece com uma prosa que atende, para o bem e para o mal, às expectativas do leitor contemporâneo”.

2/12 – JOGO 48 – Sinuca embaixo d’água 3 x 0 O centésimo em Roma
Juiz: Kelvin Falcão Klein

Os melhores pontos de Sinuca: a concisão, a montagem da narrativa a partir de imagens densamente capturadas, o trato exaustivo com a linguagem”.

Anúncios
Esse post foi publicado em Pré-jornada. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s